O Octaedro

 

[octa.gif]
 


 

 

 

 

       O octaedro é um poliedro regular ou sólido platónico. Platão era um filósofo e matemático grego que acabou por se tornar num dos pensadores mais influentes do pensamento ocidental. Nascido em Atenas, cerca de 427 a.c, foi discípulo de Sócrates e uma das ideias que a sua escola de pensamento afirmava era que toda a matéria era constituída por quatro elementos, sendo cada um deles representado por um sólido geométrico regular. Deste modo, fazia corresponder à Terra o cubo, ao Fogo o tetraedro, ao Ar o octaedro e à Água o icosaedro. O dodecaedro foi considerado por Platão como o símbolo do Universo.

 

 

        O octaedro é constituído por oito faces iguais sendo todas triângulos equiláteros, reunindo-se em cada vértice quatro triângulos (“octo” significa “oito” em grego), tem seis vértices e doze arestas.

Séculos mais tarde, os cinco poliedros regulares inspiraram Kepler, astrónomo alemão do século XVII no estudo do movimento dos seis planetas até então conhecidos: Saturno, Júpiter, Marte, Terra, Vénus e Mercúrio. Kepler imaginou um modelo de Sistema Solar composto por esferas concêntricas separadas umas das outras por um cubo, um tetraedro, um dodecaedro, um octaedro e um icosaedro.

 

 

 

 

 

 

 

 

             Mas o octaedro também é interveniente noutros campos da ciência, como a Química. Os átomos, ao se agruparem em moléculas, fazem-no das mais variadas formas, segundo a atracção existente entre os diferentes átomos da molécula, o tipo de ligação que se estabeleceu entre eles, as dimensões relativas dos átomos, etc. Assim, há várias moléculas que possuem a forma de octaedros entre as quais se destacam o diamante, o ião hexaminocobalto III e o hexafluoreto de enxofre. Já os cristais são estruturas sólidas que se organizam segundo padrões rígidos, havendo entre eles vários que se cristalizam na forma de octaedros. Os cristais de diamante, por exemplo, são constituídos apenas por átomos de carbono agrupados, muitas vezes segundo os vértices de um octaedro, o que lhe confere uma rigidez que rivaliza com qualquer material natural ou produzido pelo homem.

 

Trabalho realizado por alunos do 11º ano

Comemorações do Ano Mundial da Matemática 2000

 
Hoje em dia, o octaedro é ainda utilizado em várias construções arquitectónicas, já que a sua forma permite conferir um grande suporte às estruturas, sem necessidade de pilares e outros tipos de sustentações.